Skip primary navigation
skip.tertiary.navigation
  1. ARQUITETURA LEVE EM ALUMÍNIO

    Em termos de design e produção de veículos, a fiável Arquitetura Leve em Alumínio integra a filosofia da Jaguar há mais de 70 anos.

    • O primeiro Jaguar XK120s da década de 1940 utilizou painéis de alumínio, enquanto os modelos de competição C-Type e D-Type que dominaram Le Mans, na década de 1950, e o E-Type Lightweight, da década de 1960, foram pioneiros no design de chassis e carroçaria em alumínio. Em 2003, reformulámos o nosso modelo icónico XJ com uma estrutura colada e rebitada 40% mais leve que o modelo anterior. As berlinas, desportivos e SUV atuais da Jaguar beneficiam da quinta geração dessa abordagem ao alumínio.

      A principal vantagem do alumínio é o facto de pesar um terço da quantidade equivalente de aço. Isto permite-nos construir um chassis substancialmente mais leve do que um equivalente em aço, contribuindo para reduzir os consumos, as emissões e proporcionar uma experiência de condução mais dinâmica. Por cada 100 kg de peso inferior num chassis em alumínio, reduzimos as emissões de CO2 do veículo em 9 g/km e o consumo de combustível durante a sua vida útil em até 800 litros.

      "A filosofia de alumínio da Jaguar é sinónimo da criação de designs mais rígidos, seguros, robustos e fiáveis."

      A nossa filosofia de alumínio não trata apenas de reduzir o peso, pois trata também de criar designs mais rígidos, seguros, robustos e fiáveis.

      Agora somos especialistas na utilização de alumínio como material de produção. A chapa de alumínio bruto – com apenas 0,9 mm de espessura para painéis exteriores ou até 3 mm de espessura quando é necessária uma solidez superior – é estampada com formas complexas e robustas e, utilizando até 2000 toneladas de força, puncionada com precisão milimétrica. Cria resultados deslumbrantes. O painel lateral do F-PACE é um dos maiores que produzimos, contudo, pesa apenas 5,8 kg.

    • Utilizando os conhecimentos adquiridos na indústria aeroespacial, criámos uma forma revolucionária de construir chassis em alumínio, denominada "união colada-rebitada". Os painéis de alumínio são unidos com um adesivo super-resistente e, de seguida, fixados com rebites de aço ao boro zincado com até 10 toneladas de força.

      XF - Arquitetura Leve em Alumínio

      Quando o chassis é cozido a 170 ºC nas instalações de pintura, o adesivo nesta união estanque de alumínio fica tão rígido como betão, transformando uma chapa fina de alumínio numa estrutura extremamente rígida. O monobloco em alumínio do desportivo F-TYPE, pesa apenas 261 kg mas apresenta uma rigidez torsional bastante elevada. No modelo XE, esta abordagem foi elevada ao patamar seguinte, tornando-o a berlina Jaguar mais rígida de sempre.

      A produção com alumínio é também mais silenciosa, limpa e utiliza menos energia que a construção do chassis tradicional em aço, enquanto a reciclagem de alumínio consome apenas 5% da energia necessária para a criação de alumínio bruto, sem comprometer a integridade estrutural do material. Tudo isto contribui para reduzir o impacto ambiental de um Jaguar, mesmo antes de chegar à estrada.

      Não é apenas no chassis da Jaguar que o alumínio está a ser utilizado para reduzir o peso e proporcionar uma performance mais eficiente e dinâmica, bem como durabilidade e fiabilidade maximizadas. A nova geração de motores Ingenium da Jaguar Land Rover utiliza um bloco e cabeça em alumínio fundido, que são 24 kg mais leves, 17% melhores em termos de fricção e cinco decibéis mais silenciosos.

      Por isso, do interior ao exterior, a nossa nova gama de veículos é mais segura, mais eficiente e mais fiável, em todos os sentidos.