Skip primary navigation

NOTÍCIAS

Janeiro 20 2014

JAGUAR LAND ROVER INVESTIGA A FORMA DE REDUZIR DISTRAÇÕES AO VOLANTE EM CONJUNTO COM NOVOS PARCEIROS TECNOLÓGICOS

A Jaguar Land Rover reforça o seu compromisso com empresas tecnológicas líderes e estudantes universitários através do seu envolvimento num projeto conjunto cujo objetivo será reduzir as potenciais distrações dos condutores provocadas pela interação com os dispositivos de comunicação entre homem e máquina HMI.

Em virtude da sua entrada no consórcio AHEAD, a Jaguar Land Rover irá colaborar com o MIT AgeLab, DENSO e Touchstone Evaluations no desenvolvimento de métodos para medir a atenção exigida dos condutores pelos mais recentes dispositivos de comunicação entre homem e máquina (HMI). Os resultados dos estudos irão contribuir para a conceção de novos sistemas que irão minimizar as possíveis distrações, proporcionando uma utilização confortável, acessível, intuitiva e segura que cumpre as normas futuras da indústria automóvel.

O AHEAD irá facilitar o trabalho conjunto de investigadores, fabricantes de veículos e fornecedores e proporcionará uma perspetiva mais fiável e precisa na utilização dos controlos por voz, ecrãs tácteis e outros controlos do veículo. O objetivo do consórcio é produzir uma ferramenta de controlo objetivo que possa ser utilizada pela indústria automóvel para o desenvolvimento de novos sistemas HMI. Esta irá melhorar a precisão e eficácia dos dados registados e auxiliar os fabricantes de sistemas eletrónicos na produção de novas interfaces que cumpram todas as necessidades de produção, energéticas e legislativas.

O acordo da Jaguar Land Rover com o consórcio AHEAD é o último de uma série de acordos estratégicos e parcerias universitárias que reforçam a investigação e o desenvolvimento e melhoram as suas capacidades de engenharia e design. É também a primeira vez que a Jaguar Land Rover colabora num projeto com o MIT.

Dr. Wolfgang Epple, Director of Research and Technology da Jaguar Land Rover, declarou: “A oportunidade de proporcionar aos condutores um acesso simples à informação e aos sofisticados sistemas de comunicação aos comandos dos seus veículos continua a crescer a um ritmo acelerado. A nossa opinião é que os nossos clientes irão beneficiar das tecnologias mais avançadas a bordo dos seus veículos, mas devemos assegurar-nos de que podem aceder a estas de uma forma intuitiva e segura, para evitar distrações desnecessárias”.

“O nosso trabalho com o MIT AgeLab, a DENSO e os restantes parceiros da AHEAD irá permitir-nos compreender em primeira mão as necessidades dos condutores. Esta informação será crucial para que o desenvolvimento dos futuros sistemas que queremos instalar no interior dos veículos seja realizado em conjunto com a rápida expansão das tecnologias de comunicação nos automóveis.”

Doug Patton, Senior Vice President of Engineering da DENSO America, Inc, declarou: “Sabemos que os condutores querem estar ligados enquanto conduzem, mas como lhes podemos proporcionar o que desejam de uma forma segura? Para o conseguirmos necessitamos avaliar a carga de trabalho do condutor, mas atualmente não existe uma ferramenta fiável e objetiva que nos permita avaliar estas necessidades, sem mencionar os custos elevados associados ao desenvolvimento e à implementação destes sistemas. A criação deste consórcio irá auxiliar-nos a atingir o objetivo de estabelecer uma metodologia comum”.

Os sistemas atuais de avaliação das tecnologias de comunicação entre homem e máquina (HMI) utilizam principalmente critérios desenvolvidos antes da introdução dos controlos por voz, dos ecrãs tácteis e dos controlos multifuncionais. Também não têm em consideração o impacto no condutor da utilização dos seus sentidos, como a visão, o tacto ou a audição ou o comportamento gestual. O objectivo do AHEAD é tornar mais acessível o controlo das distrações nos sistemas na fase de desenvolvimento, permitindo alterações no design nas fases iniciais de desenvolvimento e não após a sua implementação nos veículos”.

O MIT AgeLab encontra-se na vanguarda da utilização da avaliação multidimensional, combinando a medição fisiológica com as ferramentas de controlo de atenção visual e comportamento de sistemas HMI. Dr. Bryan Reimer, Associate Director do New England University Transportation Center e responsável máximo tecnológico do MIT no projeto AHEAD, declarou "O estudo fisiológico complementa a medição tradicional da atenção visual e comportamento para proporcionar uma imagem mais completa das necessidades de interação dos sistemas modernos de comunicação entre homem e máquina (HMI)”.



Para informação adicional, visite www.media.jaguarlandrover.com.