Skip primary navigation
Abstract front view of a Jaguar car

SOBRE A JAGUAR

skip.tertiary.navigation

LIDERANÇA INOVADORA CRIANDO PRESTAÇÕES QUE SEDUZEM

Ian Callum, Director de Design da Jaguar Cars.

Desde o primeiro momento em que viu o Jaguar XJ6 quando tinha 14 anos, Ian Callum soube que tinha encontrado o trabalho da sua vida. Inspirado, decidiu enviar alguns esquiços ao engenheiro chefe na altura, Bill Heynes, que o encorajou a seguir o seu coração.

Nos primeiros anos, os veículos americanos tiveram uma enorme influência em Callum. “Neles podia reconhecer o design: diria mesmo que o exagero do design". Eram desde logo mais expressivos e, na minha maneira de ver, a América era extremamente glamorosa... O Buick Riviera de 65 era o meu favorito. E tudo aquilo não surgiu por ver os veículos, mas sim por não os poder ver". 

Ian estudou na Glasgow School of Art antes de realizar um mestrado em design de veículos no Royal College of Art de Londres. O seu talento já tinha chamado a atenção da Ford e durante doze anos participou no design de alguns dos veículos mais populares da companhia antes de se juntar à TWR, onde participou em projetos ambiciosos para marcas com o calibre da Aston Martin (DB7, Vanquish e DB9), Ford Puma, Volvo C70 e Nissan R390.

Em 1999, Ian recebe a chamada pela qual tinha esperado toda a sua vida: a oportunidade de ser Diretor de Design da Jaguar. 

Os seus conhecimentos e o respeito pelo fundador da marca são evidentes nos veículos que ele a sua equipa criaram. “Reconhecemos o empenho dos nossos antecessores na ampliação dos limites do design e tecnologia. A Jaguar sempre foi uma companhia com visão de futuro e é essa filosofia que rege o trabalho que fazemos hoje".

Prova disso é o trabalho de Ian na transformação da gama com designs galardoados dos modelos XK, XF e XJ, e agora com o novo F-TYPE.

“Os Jaguar baseiam-se em grandes proporções, perfis fantásticos... a expressão ideal do metal... sempre acreditei que um bom design é aquele que pode ser criado apenas com duas ou três linhas”.

Poderemos pensar que o peso da herança dos veículos anteriores condiciona o designer no momento de criar um novo Jaguar. A reposta de Ian não se fez esperar: “Pergunto-me sempre o mesmo: o que pensaria Sir William Lyons sobre isto? E, sinceramente, penso que aprovaria. Verdadeiramente”.

Longe de descansar sobre os seus louros, Ian gere uma equipa cheia de talento que trabalha todos os dias para aperfeiçoar o Jaguar do futuro. À pergunta de qual é o veículo de que se sente mais orgulhoso, responde sem hesitar: “O próximo!”

Tem tudo a ver com a beleza das linhas e pureza das formas.”
Ian Callum - Director de Design da Jaguar Cars